×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste
Notícia

Escola de Picada Café comemorou 100 anos

Data de publicação: 10 de setembro de 2018
Crédito da notícia: Bruna Schemmer


Em 1º de março de 1918 abriram-se as portas para uma Escola Particular onde o intuito era de promover as atividades educacionais dos filhos das primeiras famílias de migrantes vindos da Colônia Velha e que fixaram suas residências nesta localidade.

Inicialmente a designação da entidade era Escola Particular de Linha Roessler, não se sabe ao certo, mas acompanhando os registros, em torno de 1920, passou a ser chamada de Escola Particular Linha 5A, conforme o nome da localidade, tendo como primeiro professor o senhor Albino Roessler.

Assim permaneceu por muitos anos, até que no dia 11 de julho de 1960, conforme registro em ata,o presidente da Sociedade Escolar Marechal Deodoro da Fonseca constatou que a mudança do nome não havia sido registrada à alteração desde 1948, por isso realizou a assembleia para que o nome fosse homologado. E assim foi aprovado pelos treze sócios presentes, para Escola Particular Marechal Deodoro da Fonseca.

Em 21 de dezembro de 1977, o Prefeito da época Neri Zeilmann, de Ibirubá, criou e denominou as escolas municipais, oficializando como Escola Municipal Marechal Deodoro da Fonseca. E em 19 de junho de 1978 o Conselho Estadual de Educação autorizou a designação para Escola Municipal de 1° Grau Incompleto Marechal Deodoro da Fonseca.

Foi em 05 de março de 1977 que o Círculo de Pais e Mestres da escola foi fundado, sendo eleito como o primeiro Presidente o Sr. Lothario Spiering, tendo naquele ano os professores Waldemiro Augusto Ruppenthal e Leonida Fagundes.

Em 1972 foi construído o segundo prédio de madeira, no atual terreno. A construção do prédio atual foi no ano de 1982 com a denominação de Escola Municipal de 1º Grau Incompleto Marechal Deodoro da Fonseca.

De 1930 a 1960 seguiam-se mais 17 professores que individualmente prestaram seus serviços para atender um corpo discente superior a 60 alunos.  A partir do ano de 1977 sempre lecionaram dois professores na escola. No total, até hoje 24 professores passaram pela escola. A escola exerce suas atividades ininterruptamente até os dias de hoje, com exceção do ano de 1946, quando esteve desativada por falta de professor.

            A portaria nº 1.282/98 de 04 de janeiro de 1999 determinou a designação de Escola Municipal de Ensino Fundamental Marechal Deodoro da Fonseca, pelo então prefeito Elemar Sand. Nome este que permanece até os dias de hoje.

Atualmente o CPM da escola tem como Presidente o Sr. Leocir Guntzel e Vice-Presidente Fábio Thiesen e atende 15 alunos da pré-escola ao 4º ano do ensino fundamental na modalidade de classe multisseriada. É coordenada pela professora Jaqueline Camera de Mello Dorfey e auxiliar de ensino Janice Kaisekamp. A merendeira, Sra. Claudia Rannow, é paga pelo CPM mensalmente, através da contribuição dos pais e dos eventos realizados durante o ano.

Relação dos professores que lecionaram na escola:

1º Albino Roessler (1918)

2º Adolfo Ahlebrand

3º Pedro Bohne

4º Ernesto Kirschener

5º Libório Maurer

6º Armando Muller

7º Willy Muller

8º Alberto Ehlert (1930)

9º Arnoldo Merg

10º Maria Cândida da Silva

11º Maria de Oliveira

12º Maria do Carmo Magalhães

*Em 1946 não houve professor.

13º Raimundo Geier

14º Guilherme Bucker (1953)

15º ArnildoTischer

16º Osvino Marx (1954)

17º Guilherme ArminProcknow

18º Isolina Martins de Barros

19º Arthur Hilgert (1972)

20º Leonida Fagundes

21º Waldemiro Augusto Ruppenthal

22º Soeli Carlota Schimidt Ruppenthal

23º Jeanice Claudia Bratz

24º Leila Weimer Krug

25º Noeli Celso

26º Clari K Mezzomo

27º Jaqueline Camera de Mello Dorfey (atual).

28º Janice Amelia Kaisekamp ( auxiliar de ensino)

Desde março de 1977 sempre lecionaram dois professores na escola, ou um professor e uma auxiliar. Estima-se que estudaram no educandário em torno de 3.500 alunos, que de alguma forma deixaram um pouquinho de si e levaram muito para suas vidas não só de conhecimento, mas principalmente de como ser um ser humano melhor, pois: “O que há de melhor no homem somente desabrocha quando se envolve em uma comunidade” Albert Einstein.

Em março deste ano a Escola Municipal de Ensino Municipal Marechal Deodoro da Fonseca completou 100 anos, e para comemorar essa data especial, a Administração Municipal através do Departamento de Educação, CPM da Escola realizaram uma festa para celebrar esse momento, junto ao Salão da Comunidade de Picada Café, o evento contou com a participação do Prefeito Municipal Gustavo Peukert Stolte, Vice-Prefeito Paulo Adalberto Prante, responsável pelo Departamento de Educação e Desporto Michele Prante Peukert, ex-professores e ex-alunos, demais autoridades e envolvidos na construção dessa história.

O protocolo foi feito de maneira a voltar no tempo, à apresentação de um vídeo relatou fatos e acontecimentos de pessoas que passaram pela Escola de Picada Café, além de homenagear os ex-professores que contribuíram na educação escolar das crianças que passaram pela escola.  Lembranças como fotos, documentos antigos, jornais relembraram nomes daqueles que passaram por ali, cópias de listas de chamadas dos ex-alunos, cartazes com a linha do tempo de ex-professores, que lecionaram estavam expostas no salão para que assim, as pessoas pudessem voltar no tempo. Após o momento solene, foi servido um delicioso almoço, na parte da tarde a festa continuou com muita música e brinquedos para as crianças.

 

 

 

 

 

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados à Prefeitura de Quinze de Novembro/RS

topo